Sporting congratula-se com condenação do empresário Pedro Pinho

1
Sporting congratula-se com condenação do empresário Pedro Pinho

Posição revelada em comunicado

O Sporting emitiu um comunicado esta terça-feira dando conta da satisfação com "a decisão [...] da condenação do empresário de futebol Pedro Pinho pela prática dos crimes de violência e de atentado à liberdade de imprensa cometidos contra um jornalista após o jogo realizado entre o Moreirense FC e o FC Porto em Abril de 2021."

O coube leonino lamenta, todavia, que "apesar das imagens amplamente divulgadas na Comunicação Social, relembremos que este foi um caso ao qual, até ao momento, a justiça desportiva falhou".

Pedro Pinho, que esta terça-feira foi condenado pelo Tribunal de Guimarães com dois anos de prisão com pena suspensa, vai recorrer da decisão.

Recorde-se que o tribunal deu como provados os crimes de dano com violência e de atentado à liberdade de imprensa por dois crimes cometidos contra um repórter de imagem da TVI, no final do Moreirense-FC Porto, em abril de 2021.

Pelo contrário, concluiu que não foi feita prova, durante o julgamento, do crime de ofensa à integridade física qualificada, de que o Ministério Público também tinha acusado o empresário de futebol..

Pedro Pinho foi também condenado a pagar ao repórter da TVI uma indemnização de 8 540 euros: 1 540 por danos patrimoniais e sete mil euros por danos não patrimoniais

COMUNICADO

A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD congratula-se pela decisão, hoje noticiada, da condenação do empresário de futebol Pedro Pinho pela prática dos crimes de violência e de atentado à liberdade de imprensa cometidos contra um jornalista após o jogo realizado entre o Moreirense FC e o FC Porto em Abril de 2021.

Apesar das imagens amplamente divulgadas na Comunicação Social, relembremos que este foi um caso ao qual, até ao momento, a justiça desportiva falhou.

A Sporting SAD considera que este é mais um passo essencial no sentido de eliminar a coacção e a violência do Desporto em Portugal, seja sobre a Imprensa, adeptos ou agentes desportivos. Mais passos serão necessários para percorrer este caminho, até porque neste tipo de manifestações, interessa saber não só quem executou, mas também quem mandou executar.
Next Post Previous Post
No Comment
Add Comment
comment url