«Parabéns à Liga pela coragem…» - Moztimbila

«Parabéns à Liga pela coragem…»

«Parabéns à Liga pela coragem…»
Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, projetou esta quinta-feira o jogo de amanhã com o Mafra, no Estádio do Dragão, para a Taça da Liga, no Estádio do Dragão, para a Taça da Liga. Este é o mesmo adversário que os dragões bateram para a Taça de Portugal (3-0), mas fora de casa, dia 8.

«Não foi uma semana de férias e não foi pausa, tivemos três dias de descanso e depois houve trabalho em constante contacto com a equipa técnica», começou por esclarecer.

«A Taça da Liga é um título que podemos conquistar num futuro breve e vamos dar tudo para que isso aconteça, para sermos um pouco mais felizes», logo acrescentou.

Foi depois questionado sobre o facto de a Taça da Liga decorrer ao mesmo tempo que o Mundial.

«Já falei muitas vezes sobre isso, parabéns à Liga porque consegue meter a disputa de um troféu neste período, é preciso coragem, com toda a agente a olhar para o Mundial…», respondeu.

E aproveitou para deixar um alerta aos jogadores, precisamente por causa do Mundial, e um apelo aos adeptos. «Faço o alerta de que quero os jogadores focados no jogo de amanhã e peço aos sócios e adeptos que também possam aparecer. Sei que a hora não é convidativa, mas o tempo vai melhorar e precisamos que os adeptos também estejam sempre no «’red line’, como gostamos que a nossa equipa esteja. Queremos muito vencer, chegar à final e sermos mais competentes do que no passado recente», sublinhou, lembrando ainda que os dragões se associaram à causa ‘Fome Zero’ e pedindo aos adeptos para levarem bens alimentares para distribuir por instituições de caridade do Porto.

Sobre o Mafra. «O que posso controlar é o comportamento da minha equipa e dos meus jogadores, com e sem bola, como equipa, em todos os momentos do jogo, e estou a falar também de esquemas táticos, pois frente ao Mafra [para a Taça de Portugal, 3-0] marcámos um golo de canto pelo Marcano. A preparação de um jogo da Taça da Liga é a mesma de um jogo da Liga dos Campeões. Não há facilitismo para ninguém e espero que os jogadores interiorizem isso.»

As ausências não servem de desculpa. «Têm de jogar alguns jogadores da equipa B, mas sabem da exigência que temos aqui. A preparação foi exatamente igual», disse.
Next Post Previous Post
No Comment
Add Comment
comment url