«Não sou caso de estudo, sou um cidadão normal, que tem resistido a muita coisa» - Moztimbila

«Não sou caso de estudo, sou um cidadão normal, que tem resistido a muita coisa»

«Não sou caso de estudo, sou um cidadão normal, que tem resistido a muita coisa»

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, falou esta sexta-feira no Thinking Football Summit, evento organizado pela Liga Portugal, que decorre até domingo, no Porto.

«Vim à confiança porque sabia que ia estar aqui Manuel Pizarro, que trata da saúde de todos os portugueses, e em especial dos dragões. E também como reconhecimento e apreço pelo grande trabalho que Pedro Proença tem feito na Liga e por todos os amigos que sabia que iam estar presentes», que esteve perto de uma hora em conversa com Rui Cerqueira, diretor de imprensa do FC Porto.

Questionado se será um caso de estudo, Pinto da Costa, sempre muito sorridente, teve mais uma das suas tiradas: «O professor era o meu irmão, eu sou aluno sempre e espero ser toda a vida. Temos sempre a aprender e aprendemos uns com os outros. O FC Porto que tinha de vir estudar é o que é uma cidade, uma região, ter uma paixão assoberbada, com os valores, a cidade e o FC Porto, e sobretudo o sentimento que o FC Porto tem. Quanto mais o país está centralizado, mais os portistas amam o FC Porto e em todas as regiões do país cada vez mais temos mais adeptos, mais amigos, porque estão na nossa luta. Isso é que seria um caso de estudo. Eu não sou um caso de estudo, sou um cidadão normal que tem resistido a muita coisa e que, segundo dizem, vai durar até aos 100 anos.»

«Quem viver o FC Porto percebe que, a todos os níveis, há grande paixão em colaborar e trabalhar para o FC Porto. Ainda há dias, um político que não é do FC Porto, visitou o museu e disse que, de facto, não era possível visitar e não sair um pouco portista», explicou
Next Post Previous Post
No Comment
Add Comment
comment url