Pré-época deixa antever onze do Benfica para a Champions: O grande dilema está na baliza - Moztimbila

Pré-época deixa antever onze do Benfica para a Champions: O grande dilema está na baliza

Pré-época deixa antever onze do Benfica para a Champions: O grande dilema está na baliza

Schmidt tem alternado entre Vlachodimos e Helton Leite mas tem as opções vincadas nos outros setores.

No quarteto defensivo não há lugar a grandes dúvidas. A única que podia existir poderia estar no corredor direito, face ao rendimento demonstrado por Bah, mas Roger Schmidt voltou a colocar Gilberto a titular. Os dois laterais repartiram os minutos nos quatro primeiros jogos, mas foi o brasileiro a estar sempre no onze da primeira parte, aquele que nesta altura dá mais garantias a Schmidt. Já na Eusébio Cup Gilberto jogou 74 minutos e Bah só jogou a partir daí, mesmo depois de ter feito dois golos e duas assistências durante a pré-época. Feitas as contas, Gilberto fez 255 minutos contra os 196 de Bah.

No eixo central, Roger Schmidt já encontrou a sua dupla, pelo menos para o arranque da época. Morato e Otamendi formaram parceria nestes quatro últimos jogos de preparação, sendo que o brasileiro também já tinha sido titular diante do Reading. Os dois acabaram com 270 e 225 minutos, respetivamente. António Silva e Vertonghen jogaram habitualmente nas segundas partes, enquanto o reforço João Victor e Lucas Veríssimo estão lesionados.

Na ala esquerda Roger Schmidt só encontra Grimaldo como solução. O lateral-esquerdo foi sempre titular e frente ao Newcastle até cumpriu os 90 minutos. Acabou com 270, sendo que a única alternativa é uma adaptação: Gil Dias. O reforço Ristic só fez 45' frente ao Reading e lesionou-se pouco tempo depois.

Florentino forma dupla com Enzo Fernández.

Roger Schmidt também encontrou a sua dupla do meio-campo, pelo menos entre as opções com que conta no plantel. Florentino e Enzo Fernández atuaram juntos no miolo nos últimos quatro jogos de pré-temporada. O internacional sub-21 português faz parte do lote de mais utilizados da pré-época, com 270 minutos, enquanto o argentino fez 194. O ex-River Plate ainda não estava integrado no Benfica quando aconteceu o primeiro particular frente ao Reading. Aí, a escolha recaiu em Weigl, suplente utilizado nas outras partidas.

João Mário à esquerda no tridente atrás de Gonçalo Ramos

À frente da dupla do meio-campo, o tridente também está bem definido. David Neres, à direita, Rafa, como '10', e João Mário foram titulares em todos os jogos televisionados. O reforço proveniente do Shakhtar fez 239 minutos, enquanto os internacionais portugueses somaram 255. Diego Moreira tem surgido como alternativa na posição de extremo, enquanto Chiquinho também tem sido utilizado por Roger Schmidt, embora o jogador possa sair até ao fecho do mercado numa equipa que ainda espera por Ricardo Horta, jogador do Sp. Braga.

Já a posição de ponta-de-lança está concorrida, mas Roger Schmidt tem dado a titularidade a Gonçalo Ramos. O internacional sub-21 português foi titular nos últimos quatro jogos de preparação e foi mesmo o melhor marcador da equipa na pré-temporada com três golos. Fez 194 minutos. 

Henrique Araújo, titular frente ao Reading, e Yaremchuk também estiveram em destaque nesta pré-época (138 e 166 minutos). Ambos marcaram dois golos cada. Já Rodrigo Pinho foi utilizado frente ao Girona e marcou um golo. Musa também fez 12 minutos nesse jogo, mas só foi utilizado nesse encontro.


Next Post Previous Post
No Comment
Add Comment
comment url